Cuidados com o seu colchão

Cuidados com o seu colchão

A garantia de um colchão de mola ou de um colchão de espuma não significa a mesma coisa que a sua vida útil, por isso vale um esclarecimento básico: a garantia é o tempo que o fabricante dá para reparo de possíveis problemas de fabricação do colchão; enquanto isso, é o usuário, com seus cuidados, quem dá vida útil (validade) ao seu produto.
A validade de um colchão, portanto, leva em consideração todos os cuidados com o produto e, ainda, se ele continua correspondendo às necessidades de bem-estar do corpo.


Para dar um bom tempo de vida útil ao seu colchão, fique ligado nas dicas abaixo:

Não derrame líquidos
Líquidos, como água ou urina, tendem a corroer a estrutura interna do colchão.

Deixe o colchão respirar
A velha mania de colocar papelão, papéis de presente ou outros materiais entre o estrado e o colchão impede a oxigenação do colchão.

Colchão é para deitar
O colchão é desenvolvido para sustentar o corpo em posição horizontal, por isso não fique muito tempo sentado sobre a cama. Quando o corpo está sentado, ele concentra peso em ponto único, o que acaba criando “buracos” e é considerado mau uso.

Sustente o colchão
Utilize cama convencional ou cama box do mesmo tamanho do colchão. Nunca maior ou menor, nem coloque o colchão sobre o chão. Apoios inadequados deformam o colchão.

Faça rodízio no colchão
É bom girar o colchão (pé/cabeça e face/face), de tempos em tempos, para evitar marcas de forma na superfície. Uma vez que o tronco do corpo humano é mais pesado que os membros inferiores, o rodízio horizontal equilibra o desgaste normal do colchão. Atenção para o colchão One Face (Face Única), pois neste tipo de colchão não se pode virar a face, mas apenas girar.